domingo, 11 de dezembro de 2016

A Politica à Moda do Porto - ética, serviço público ou interesse pessoal

Caros leitores estamos a concluir mais um mandato de vida politica na nossa cidade. E nesse sentido começamos a fazer os balanços, as contas do que se fez e não fez! Do que se programou em ideal em programas eleitorais e se prometeu. Do que se realizou ou não se executou? Quanto se gastou na habitação? E como se gastou? Quanto custou a coesão social? Quanto custou a comunicação e as suas mordomias?Como se geriu os dinheiros públicos? Onde e como se gastou? Com quem se gastou? E porque se gastou? Pessoalmente, a mim, cabe-me dar contas de um programa que coordenei mas não executei na habitação e apoio social. Mas do qual tenho sentida responsabilidade em falar de forma minuciosa das suas contas e das suas opções. É isso que vou fazer neste paper, como prova de cidadania activa e responsável.

 Abraço e brevemente aqui a minha leitura das Contas à MOda do PortO!